“Não sei como encontrar-te…”